LANXESS Brasil
LANXESS worldwide

Corporate Website en | de

Asia

EMEA

Americas

Interactive Worldmap

Find all the contact information for the LANXESS sites worldwide

find out more
Contact

2017-03-21

Osmose reversa e troca iônica andam de mãos dadas

Branquear e tingir fibras têxteis e tecidos sem causar danos ambientais pode parecer muito bom para ser verdade! No entanto, a "descarga de líquido mínima" (DLM) e a "descarga de líquido zero" (DLZ) - isto é, a minimização ou a evasão total de resíduos líquidos - já são uma realidade graças a processos de tratamento de água altamente eficientes que combinam osmose reversa com troca iônica. Neste aspecto, as membranas de osmose reversa da marca Lewabrane e as resinas de troca iônica Lewatit, da LANXESS, desempenham um papel fundamental.

A gestão de águas residuais no contexto do manejo responsável como um recurso valioso também é ilustrado pelo tema do Dia Mundial da Água deste ano: " Águas Residuais".

As indústrias têxtil e de couro, por exemplo, representam um grande desafio para os especialistas em tecnologia de eliminação e produção de água potável, em função do elevado consumo de água e da frequente poluição dos efluentes que eles geram.

Isto é especialmente verdadeiro em algumas partes da Ásia, onde estas indústrias estão concentradas. Acima de tudo, nos grandes centros industriais, um vasto número de pessoas tem que receber abastecimento regular de água potável. Um estudo de 2009 mostrou que, em 2030, as necessidades de água na Índia serão duas vezes mais elevadas do que os recursos disponíveis de água doce. Isso demonstra claramente que será impossível passar sem a reciclagem da água.

“O tratamento da água é um importante desafio global e ao mesmo tempo um atrativo mercado em crescimento”, afirma Jean-Marc Vesselle, líder da unidade de negócios Liquid Purification Technologies (LPT) da LANXESS. O mercado de membrana de osmose reversa está projetado para crescer a uma taxa acima de 10% anualmente nos próximos três anos. No caso das resinas de troca iônica, o crescimento previsto é de cerca de 4% ao ano.

"Com inovação, tecnologia cruzada e investimento contínuo, continuaremos a atender às necessidades dos clientes e nossa responsabilidade com o futuro", complementa Vesselle.


Tratamento de águas residuais em tinturarias - como funciona

O processo de fim-de-tubo consta de multi-etapas e começa com o tratamento biológico, a separação de lodo e a filtração grosseira para remover a maioria dos constituintes orgânicos e partículas dispersas, tais como fibras. Na sequencia, a cor é removida do que foi filtrado por adsorção com a ajuda de resinas de troca iónica e em seguida amaciada. No passo seguinte, por meio da osmose inversa, é formado um permeado incolor e de baixo teor de sal, que contém menos de um por cento dos sais originalmente dissolvidos e nenhum contaminante orgânico, e pode ser devolvia diretamente ao processo industrial. "O pré-tratamento por troca iônica é uma medida muito eficaz contra incrustação orgânica ou biológica na osmose reversa", explicou Alexander Scheffler, diretor da unidade de negócios Membrane Business da LANXESS LPT.

O enriquecido com sal, no caso de um baixo teor de cloreto, pode ser diretamente utilizado novamente no processo de tingimento ou separado por nanofiltração ou congelação fraccionada e concentrado ainda por secadores solares. Finalmente, os sais, principalmente sulfato de sódio e cloreto de sódio, são obtidos separadamente na forma sólida. O sulfato pode ser usado novamente no processo de tingimento e o cloreto pode ser despejado em um aterro sanitário. Com este processo, não há mais efluente e é, portanto, descrito como uma solução ZLD. Isto não só conserva o meio ambiente e a oferta de água natural, mas também oferece um potencial de redução de custos para a indústria têxtil, especialmente devido à recuperação do sal. Os especialistas estão convencidos de que tudo isso pode ser alcançado sem praticamente nenhum custo operacional adicional se o uso for feito predominantemente de fontes de energia renováveis.


Sobre a LANXESS:
A LANXESS é uma companhia líder em especialidades químicas com vendas de 7.7 bilhões de euros, em 2016. Possui cerca de 16.700 colaboradores em 25 países. Atualmente, a empresa é representada por suas 54 unidades de produção instaladas em todo o mundo. Seu core business é o desenvolvimento, fabricação e comercialização de plásticos, intermediários e especialidades químicas. Por meio da ARLANXEO, joint venture com a Saudi Aramco, a LANXESS também é um dos principais fornecedores de borracha sintética do mundo. A LANXESS é membro do principal índice de sustentabilidade Dow Jones Sustainability Index (DJSI World) e do FTSE4Good.


LANXESS nas redes sociais:
http://www.facebook.com/LANXESS
www.twitter.com/LANXESSnews
www.youtube.com/LANXESSTV

Contatos com a imprensa:
Virta Comunicação
Fernanda Arantes – fernanda.arantes@virta.inf.br
11 – 3894-2429
Bruna Souza – bruna.souza@virta.inf.br
11 – 3894-2433

  • Gallery